Siga

blog

Bom, bonito  e barato

Bom, bonito
e barato

Todo bom ogro curitibano já caiu de boca no X-Montanha da Lanchonete Montesquieu. Certamente não é o item mais recomendado por médicos e nutricionistas, mas quem resiste a uma boa fritura? Confira o texto de Isabela Fantinato sobre esta iguaria que se tornou um clássico da baixa gastronomia da cidade.

Leia Mais...
NFL Films:  realidade imita ficção

NFL Films:
realidade imita ficção

Em 1962 o veterano de guerra e vendedor de sobretudos Ed Sabol aventurou-se no registro audiovisual da final da Liga Nacional de Futebol Americano Profissional (NFL). Matheus Dias conta como Sabol conseguiu desenvolver uma forma diferente de contar os acontecimentos do certame, dando à realidade uma cara de ficção.

Leia Mais...
Woody Allen,  seu danadinho

Woody Allen,
seu danadinho

Luiz Gustavo Vilela fala sobre as expectativas e decepções com "Meia Noite em Paris". Pelos outros seria era o melhor Woody Allen de todos os tempos, deixando "A Rosa Púrpura do Cairo" como mero exercício metalinguístico. "Match Point" (esse sim, o melhor Woody dos últimos tempos), um Shakespeare de ocasião.

 

Leia Mais...
Quadrinhos no Brasil, quadrinhos na Europa

Quadrinhos no Brasil,
quadrinhos na Europa

Andrea Maciel foi à Gibicon n.º 0 e conta o que achou das palestras de Hervé Bourhis – francês, autor de “O Pequeno Livro do Rock” e o “Pequeno Livro dos Beatles”; Jens Harder - alemão, premiado pela HQ “Alfa”; Lucio Filippucci – italiano, ilustrador, entre outros, de “Tex”; e Ricardo Manhães – brasileiro que trabalha há dez anos no mercado europeu.

Leia Mais...
Diário da  Queda

Diário da
Queda

Para Luiz Gustavo Vilela, Michel Laub escreveu um dos mais interessantes livros de 2011. O enredo é tão simples que qualquer informação liberada pode estragar a fruição. Segundo Luiz, o bacana é que o próprio autor propõe uma espécie de dança, dando fragmentos de informação a cada parágrafo e mudando de assunto em seguida, como se nada fosse.

 

 

Leia Mais...
Sobre esquimós  que tomam ácido

Sobre esquimós
que tomam ácido

Uma viagem lisérgica no quintal de Cassiano Fagundes, em Florianópolis, inspirou o músico e compositor Klaus Koti a compôr o disco “Esquimo’s on acid”. Confira as histórias que o músico contou a Téo Souto Maior sobre a produção do disco, que foi lançado em 2011 e disponibilizado para audição no SoundCloud.

 

Leia Mais...
Arte sequencial  e literatura

Arte sequencial
e literatura

Em 2011, o Prêmio Jabuti anunciou as novas categorias de “gastronomia” e “turismo e hotelaria”. Isso fez muita gente pensar: “Uai, porque não uma categoria de quadrinhos?”. Luiz Gustavo Vilela fala sobre a polêmica e questiona por que arte sequêncial não é considerada literatura em terras brasileiras.

Leia Mais...